A diretoria executiva do PT de Santa Bárbara d’Oeste e os nove membros do partido que ocupam cargos em comissão na administração municipal tiveram uma reunião, ontem (6), com o  prefeito Mário Heins/PDT e entregaram um documento  a ele  colocando os cargos à disposição.

No documento, eles citam que a decisão foi tomada diante das denúncias apresentadas contra a administração, inclusive por membros do próprio partido. O prefeito rebateu as denúncias que pesam contra ele e disse que não vai exonerar nenhum porque tem “certeza que todos desempenham suas funções e trabalham para o bem do povo barbarense ficando a critério de cada membro sua permanência no governo”.

O documento foi assinado pelos comissionados: Renato Calaboni Júnior, Mercedes Roveri Grande, Israel Aparecido Messias, André L. Fernandes dos Santos, Jorge Augusto Bosquero, José Moreira, Zilda de Fátima Barbosa, Alex Fernando Braga
 e Sandro Candido de Oliveira.

Você acha que eles devem seguir o exemplo do ex- secretário Antonio Salustiano Filho, o Tonhão (PT) , pedindo  demissão do cargo ou devem permanecer no governo, já que, como disse o prefeito “trabalham para o bem do povo barbarense”?