TRâNSITO

Oito vítimas do acidente em Capivari seguem internadas nos hospitais; três morreram

11/01/2018 - 21h02

 

Compartilhar via E-mail

Oito vítimas do acidente envolvendo uma perua Kombi e um caminhão na Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), em Capivari (SP), permanecem internadas, conforme informações dos hospitais. A colisão frontal ocorreu durante a manhã desta quinta-feira (11) e deixou outras três pessoas mortas, entre elas os dois motoristas. O condutor da Kombi estaria em alta velocidade. A Kombi com dez pessoas partiu-se ao meio na colisão.

Os passageiros da Kombi são detentos que participam do Projeto Reeducando da Penitenciária de Porto Feliz. O veículo pertence à empresa Elo, terceirizada que presta serviços de limpeza na própria rodovia. As duas vítimas que morreram chamam-se Alex da Silva Tomé e Djalma de Paula Rodrigues e têm 28 anos.

Dois homens estavam no caminhão, que é da lavanderia hospitalar MedLav, o motorista André Cesar morreu no local e o ajudante recebeu alta após passar por atendimento. Segundo a coordenação do Departamento de Recursos Humanos, César atuava há "muito tempo" na empresa e todos os colegas estavam abalados.

Das oito vítimas que continuam internadas, seis estavam na Santa Casa de Capivari até o início da noite desta quinta-feira. Dentre eles, dois em observação, sem risco de morte, e quatro na emergência. Um passageiro foi encaminhado em estado grave para a Santa Casa de Piracicaba (SP) e, segundo a administração do hospital, passou por cirurgia e estava estável.

Já o paciente resgatado pelo helicóptero Águia da Polícia Militar (PM) ao Hospital Estadual de Sumaré (HES) seguia em estado grave e passou por cirurgia durante à tarde, segundo a assessoria de imprensa da unidade.

A Polícia Civil registrou o caso como homicídio culposo e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. As causas do acidente serão investigadas, segundo a corporação.

 

 

Fonte: Redação

Comentários

(Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).