POLíCIA

História mal contada: Possível roubo de celular será investigado

22/01/2018 - 10h03

 

Compartilhar via E-mail

Um roubo de aparelho celular teria acontecido, ontem (21), na Rua São Paulo, altura da Vila Dainese, em Santa Bárbara d'Oeste. O acusado do crime foi apontado pela vítima e localizado, mas a autoridade de Plantão optou por não prender o investigado, uma vez que a história estava mal contada e que os envolvidos se conheciam.

O professor de Americana, A.M.B.P., 30, afirmou aos policiais militares que estava em seu veículo, C3, quando inesperadamente, o vendedor, R.R.M., 31, teria surgido inesperadamente e se jogado na frente do automóvel. A vítima teria parado e o acusado lhe pedido dinheiro, sendo que diante a negativa, teria levado o aparelho celular de A., que estava entre as suas pernas, deixando o local correndo.

Ainda conforme o relato do professor, ele decidiu deixar o veículo e correr atrás do homem, que o teria ameaçado, caso não deixasse o local. Assim, entrou em contato com a Polícia Militar, que localizou R., mas sem o objeto.

Já no Plantão Policial, o delegado de plantão, Gelson de Oliveira Barreto, apurando os fatos, vítima e acusado se conheciam e por algum motivo ou finalidade, não admitida no registro, estiveram juntos, quando pode ter existido um desentendimento não mencionado, uma vez que na visão do delegado não pareceu verdadeiro a vítima, estando em vantagem, tivesse preferido parar o carro e o averiguado ter-se lançado para dentro do automóvel para pegar o aparelho celular. Além disso, a indicação de onde estaria o vendedor pareciam precisas, demonstrando que eram conhecidos.

Neste caso, levando em consideração a apuração, afirmativa de A., e negativa de R., e a falta do objeto do suposto delito, o delegado deliberou por deixar de aplicar os rigores da prisão em flagrante e abriu um inquérito policial para averiguação melhor do caso.

 

Fonte: Redação

Comentários

(Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).