Notícias


CULTURA

07/08/2019 às 16:16:00

Estação Cultural tem artesanato, gastronomia e roda de samba neste fim de semana


A Estação Cultural da Fundação Romi tem uma programação especial para este final de semana comemorativo ao Dia dos Pais. Além da Estação Artesanal com feira de arte, cultura e gastronomia no sábado, das 10h às 12h e no domingo das 8h às 12h.  

Domingo, além de artesanato e gastronomia haverá atividades culturais, a partir das 09 h, com roda de samba beneficente idealizada e realizada pelos amigos do projeto Samb'Ajuda. “Esse mês a instituição escolhida para receber as doações é a Rede Feminina de Combate ao Câncer, que paralelamente está trabalhando fortemente para a campanha do 'Mc Dia Feliz' que acontece em 24 de agosto. Esperamos contribuir, com a colaboração de todos que abraçam a causa, de forma positiva à instituição”, informou Virginia Vezzani da Silva, organizadora do projeto Samb'Ajuda. Durante o evento membros da Rede Feminina estarão presentes com uma campanha de conscientização sobre os sintomas e sinais do Câncer Infanto – Juvenil. No intervalo, às 11 horas, a professora, bailarina e coreógrafa Talita Vital fará uma participação especial de Dança do Ventre.

MEMORIAL DA FERROVIA: Quem ainda não conheceu o novo Memorial da Ferrovia poderá aproveitar a oportunidade para visitar. Apresentado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e patrocínio da Indústrias Romi, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto “Preservação e Difusão do Patrimônio Ferroviário de Santa Bárbara d’Oeste” é uma iniciativa da Fundação Romi cuja proposta tratou de reavivar e preservar a história da Estação Ferroviária da Companhia Paulista de Santa Bárbara, inaugurada em 1917, e consolidar o equipamento cultural, que é Estação Cultural, inaugurada em 2007, e que constitui a identidade da cidade e região. “É uma viagem no tempo! Quem visita nosso memorial sempre liga o que vê com uma lembrança ou da família ou própria. Aprende e descobre informações valiosíssimas, como a contribuição da estrada férrea para o desenvolvimento da cidade”, pontua a assistente cultural Rosana Lopes.

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).