Notícias


CORONAVÍRUS

23/03/2020 às 12:22:00

Mobilizado na luta contra a covid-19, Palmeiras foi ativo no combate à Gripe Espanhola


A ameaça do coronavírus trouxe à tona a mobilização de diversos clubes na luta contra a doença. Dentre eles, o Palmeiras logo se prontificou a colocar seus recursos a serviço da sociedade, o que não é inédito na história do clube. Em 1918, o Verdão foi ativo no combate à Gripe Espanhola, que aterrorizou a população mundial na segunda década do último século.

O Campeonato Paulista daquele ano acontecia normalmente quando a doença chegou com forte impacto no Brasil. Uma hora antes da realização de partidas por todo o estado, agentes sanitários deram ordem para que os jogos não acontecessem, visando evitar grandes aglomerações em público.

À época, o Palestra Itália (antigo Palmeiras) permitiu que autoridades utilizassem a estrutura do clube. Por exemplo, o Alviverde abriu 30 vagas na antiga sala social do clube localizada na rua Líbero Badaró para que a Cruz Vermelha Brasileira realizasse atendimentos médicos. Além disso, o Verdão fez doações na quantia de 500 mil réis mensais a órgãos de saúde, custeando diversos procedimentos.

Naquele ano, houve a paralisação total das partidas por dois meses. Os jogos foram retomados apenas em dezembro de 1918 e sofreram uma modificação no regulamento, proposta pela APEA (Associação de Esportes Atléticos): foi determinado que cada um dos tempos dos confrontos fossem reduzidos em dez minutos, já que havia uma preocupação com a preservação da saúde dos atletas até que a Gripe Espanhola estivesse inteiramente controlada no país.

O Palmeiras abandonou a APEA em 1918 e, consequentemente, o Campeonato Paulista daquele ano, após disputar a sexta rodada. O Alviverde alega que sofria perseguição dos clubes de elite de São Paulo e ainda era frequentemente prejudicado por erros de arbitragem.

Vacinação contra a gripe no Allianz

Pronto para contribuir com ações e recursos no combate ao coronavírus, o Palmeiras também cederá o Allianz Parque, administrado pela WTorre, para que seja realizada uma campanha de vacinação contra a gripe influenza. A ação terá início na próxima segunda-feira.

As vacinas, que serão distribuídas por senha e em quantidade limitada, serão restritas a pessoas com mais de 60 anos de idade e a profissionais da saúde. A campanha é organizada pela Prefeitura de São Paulo e será destinada aos cadastrados em posto de saúde da região.

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).