Notícias


BRASILEIRÃO

26/06/2022 às 20:07:00

São Paulo fica no empate com o Juventude e chega a três jogos sem vencer no Brasileirão


Foto: Fernando Alves/Juventude

Na noite deste domingo, o São Paulo ficou apenas no empate de 0 a 0 com o Juventude, em pleno Morumbi, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Dessa forma, o clube paulista amargou a sua terceira rodada seguida sem vitória no torneio.

De olho no compromisso que terá no meio de semana, o técnico Rogério Ceni rodou o elenco diante do time gaúcho. Com o time mexido, os mandantes mostraram muita desatenção e, com isso, tiveram dificuldades para criar chances reais de gols.

Com o resultado, o Tricolor foi a 19 pontos, na oitava colocação. O Ju, por sua vez, empurrou o Fortaleza para a lanterna e subiu para 19º, com 11.

O São Paulo volta a campo agora na quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), quando visita a Universidad Católica-CHI, pela partida de ida das oitavas de final da Sul-Americana. Já o Juventude recebe o Atlético-MG no sábado, às 16h30, pelo Brasileirão.

O jogo - Mesmo atuando com o apoio de mais de 20 mil torcedores, os mandantes iniciaram o primeiro tempo desligados. Com isso, os visitantes aproveitaram para assustar. Após vacilo de Rafinha, Chico disparou com liberdade pela esquerda e tocou para Jadson. O volante arriscou da entrada da área e tirou tinta da trave.

A resposta saiu logo na sequência. Depois de cruzamento de Rafinha, Eder se antecipou à marcação e testou com muito perigo pela direita da meta. A partir de então, o São Paulo passou a errar muitos passes e só voltou a levar perigo aos 17. Luciano partiu em contra-ataque e finalizou da intermediária. Atento, César defendeu sem grandes problemas.

Cinco minutos depois, Welington recebeu na esquerda após boa jogada coletiva e cruzou para Eder, que cabeceou por cima do gol. Instantes depois, Rigoni alçou na área, Patrick ajeitou de cabeça e Luciano tentou de voleio. A bola saiu fraca e morreu tranquila nas mãos de César. Já aos 37, o camisa 11 arriscou de fora e viu o goleiro defender de novo.

2º Tempo

Na volta do intervalo, o Tricolor tentou apertar os rivais. Com dois minutos, Luciano recebeu bom passe de Igor Gomes, cortou a marcação e finalizou em cima de César.

Já aos 20, Miranda perdeu uma oportunidade incrível de abrir o placar. Após cobrança de escanteio, o zagueiro ficou com a sobra na pequena área e, mesmo livre de marcação, bateu pelo lado.

Sete minutos depois, Rodrigo Nestor recebeu ótimo passe na área e soltou o pé, obrigando César a fazer bela defesa para espalmar para escanteio. Na cobrança, o volante cabeceou para mais uma intervenção do arqueiro.

Aos 35, foi a vez de André Anderson tentar. O meia, que havia acabado de entrar, carregou a bola e arriscou da intermediária. O chute acabou saindo fraco e parou nas mãos de César. Na sequência, o camisa 28 teve mais uma boa chance. Desta vez, porém, o arremate foi desviado pela defesa.

Nos minutos finais, o São Paulo seguiu apertando em busca de um tento salvador. O time, contudo, errou muitos passes e teve muitas dificuldades para achar espaços na defesa do Juventude.

No último lance, Calleri ainda teve uma chance de ouro para marcar. Após cobrança de escanteio e desvio na primeira trave, o camisa 9 subiu mais que o zagueiro e tocou de cabeça, mas por cima, decretando o empate.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 JUVENTUDE

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 26 de junho de 2022, domingo
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas castro (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO)
VAR: Pablo Gonçalves Pinheiro (RN)
Cartões amarelos: Patrick, Pablo Maia (São Paulo); Capixaba, Jadson (Juventude)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha (Diego Costa), Miranda, Léo e Welington; Pablo Maia, Igor Gomes e Patrick ((Rodrigo Nestor); Eder (Calleri), Rigoni (André Anderson) e Luciano (Igor Vinícius).
Técnico: Rogério Ceni.

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares, Thalisson, Rafael Forster e Moraes; Yuri Lima (Jean), Jadson e Oscar Ruiz (Edinho); Chico, Capixaba (Guilherme Parede)e Ricardo Bueno.
Técnico: Umberto Louzer.

COMENTÁRIOS (Os comentários são de responsabilidade do autor, e não correspondem à opinião do SBNotícias).